Notícias

5 hábitos comuns no trabalho que fazem mal para a postura e como corrigi-los

Publicado em 10 de maio de 2017

Está no trabalho, escola ou faculdade? Olha a sua volta. Quantas pessoas estão com a postura aparentemente ruim, com os pescoços tortos e a coluna longe de estar ereta? Aposto que muitas. Recentemente, uma pesquisa de opinião da americana Gallup indicou que a cada quatro adultos no país, um foi ao médico por causa de dores no pescoço e na coluna. O levantamento apontou, ainda, que 65% das pessoas buscam esse tipo de ajuda em algum momento de suas vida.

Poucas vezes levada à sério, a postura é fundamental para uma boa saúde, se equivalendo à práticas como alimentação saudável, dormir bem e fazer exercícios. Uma má posição na coluna pode levar à problemas nas articulações, dificuldades de respirar, dores no pescoço, na mandíbula, e as famosas dores nas costas. Após estes motivos bem convincentes, o #P reuniu 5 hábitos comuns no trabalho que você deve deixar de praticar na busca de uma boa postura:

1. SENTAR DE MANEIRA RELAXADA

Uma das piores posições é quando se afunda na cadeira, forçando a parte inferior das costas. Ficar relaxado sobre um dos lados do corpo também é maléfico, pois desequilibra a distribuição de peso, o que causa dores. Deixar a cabeça projetada para a frente, fazendo uma curva na coluna, é mais uma prática nada saudável. Isso contribui para dores no pescoço e na parte superior das costas.

2. INCLINAR PARA ACESSAR TELAS DE COMPUTADOR E DISPOSITIVOS MÓVEIS

Ficar projetado sobre o teclado pode alterar o formato da sua coluna e criar rigidez nos ombros e nas costas. Abaixar a cabeça para mandar mensagens ou navegar em dispositivos móveis tem o mesmo efeito. Um estudo descreveu que olhar para baixo para usar o celular é o equivalente a colocar um peso de, aproximadamente, 27 kg no seu pescoço. Assim, são comuns dores de cabeça, desalinhamento da coluna e degeneração dos ossos. Para combater os problemas relacionados à inclinação do pescoço para observar a tela de computadores e celulares, faça rotações no pescoço. Gire primeiro para um lado, segure, e depois gire para o outro.

Exercícios com o queixo também são bastante benéficos. É só mante-lo paralelo ao chão, e depois jogar sua cabeça e o queixo para trás, soltando para frente em seguida. Repita essa sequência 10 vezes. Você deve tentar fazer esses exercícios periodicamente ao longo do dia.

3. MANTER O CELULAR ENTRE A ORELHA E O PESCOÇO

Esse é um movimento clássico das pessoas pró-ativas, que querem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Essa postura pode tencionar músculos, tecidos do pescoço, ombros e costas. A fim de abandonar essa prática, aposte num fone de ouvido para falar normalmente ao telefone, sem prejudicar sua postura, ou segure o telefone com a mão oposta à orelha que ouvir o celular.

4. TRABALHAR NA POSIÇÃO ERRADA

Num contexto menos rígido e corporativo vivido pelas empresas de hoje, é normal ver empregados trabalhando “relaxados”, com o corpo “escorrido” no próprio local de trabalho, ou em suas casas (home office). Mas atenção: em cadeira não se senta como se fosse o sofá de casa. Esse hábito pode desenvolver uma dor crônica de notebook, que resulta em incomodos no pescoço, costas e a temida hérnia de disco. Para corrigir o problema, coloque seu eletrônico sobre a mesa, e certifique-se que este está na altura ideal, ou seja, a um braço do topo do monitor, aproximadamente 6 cm acima do nível dos olhos.

5. PASSAR O DIA TODO SENTADO

De executivos a estagiários, muitos empregados parecem sentir-se acorrentados às suas mesas. Liberte-se. Esse problema isso é maléfico para os músculos que, com a sensação de cansaço, faz você tornar-se desleixado e se apoiar na mesa. Isso resulta numa postura ruim, problemas nas costas e pescoço. Para dar fim a isso, levante-se, vá ao banheiro, tome uma água, um café e então, volte para sua mesa. Fazer isso algumas vezes durante a jornada já vai ajudar. O ideal é apostar também na ginástica laboral, perfeita para fazer no trabalho.

por João Vítor Castanheira

Fonte: Preparado para Valer

Veja Mais