Notícias & Novidades

Dor muscular? Mude sua alimentação e fortaleça os músculos

Publicado em 21 de setembro de 2016

dores

Dores, fadiga e cansaço muscular? Você pode estar comendo mal. Descubra alimentos que te ajudam a combater a dor!

Você sabia que nosso cansaço diário, dores nas costas e desconfortos musculares podem ser sinais de uma má alimentação? Além do dia a dia corrido, estresses e desleixos físicos que naturalmente desgastam nossos corpos, a desobediência alimentar está diretamente ligada às rotineiras fadigas que tanto nos atormentam e desmotivam.

Alguns alimentos, seguidos a uma dieta equilibrada, interferem diretamente na regeneração muscular. Seus nutrientes auxiliam e previnem o maior desgaste, fadiga e recuperação física , assim como, através de suas funções anti-inflamatórias , combatem o estresse oxidativo, causado pelo constante impacto do peso de todo o nosso corpo aos pés.

A nutricionista Carolina Baliere, especialista em nutrição funcional, alerta para a importância de manter uma dieta adequada para evitar esses problemas. “Cada alimento deve ser ingerido de uma forma e em horários específicos , de acordo com a realidade de cada um e seus objetivos. Alguns alimentos servem para evitar a fadiga muscular, outros para a recuperação muscular e outros para função anti-inflamatória pelo estresse oxidativo, outros apenas para repor o que foi expelido, e assim por diante. A dieta sempre dependerá do objetivo de cada pessoa”, destacou a profissional, dando exemplos de alimentos indicados para a regeneração.

“Alimentos com função anti-inflamatória como o ômega 3 e os com funções antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres e a eliminação de toxinas. Alimentos ricos em zinco, magnésio e Vitamina C também são importantes para a reposição de nutrientes naturalmente expelidos pelo corpo, além dos alimentos ricos em carboidratos de baixa carga glicêmica que são fonte de energia e impede a fadiga muscular.”, destacou a profissional.

Alimentos indicados para a regeneração muscular

– Peixes: Fontes de ômega 3, um dos mais importantes nutrientes para a regeneração, ajuda a proteger os músculos. É indicado para idosos, pois combate inflamações de baixo risco, comuns com o avanço da idade, que dificultam a capacidade dos músculos ganhar massa e força. Bons exemplos são atum, salmão – conheça a dieta do salmão – e sardinha.

– Folhas verde-escuras: Ricas fontes de nutrientes, possuem grandes quantidades de fósforo, magnésio, potássio e clorofila, que auxiliam o organismo na prevenção de doenças como anemia, osteoporose e estresse, tornando o trabalho do nosso corpo mais intenso e eficiente. Dentre as principais folhas verde-escuras estão: agrião, acelga, alface, almeirão, chicória, couve de bruxelas, couve, espinafre, mostarda, escarola, folha de brócolis, folha de beterraba, rúcula.

– Frutas cítricas: A substância hesperidina, flavonoide encontrada em abundância nos alimentos ricos em vitamina C, estimula o desenvolvimento e a recuperação dos tecidos musculares danificados. Algumas frutas são: laranja, limão e tangerina.

– Açaí: Considerado o alimento perfeito para quem pratica atividades físicas, a frutinha originária da Amazônia é altamente energética e tem como uma de suas principais funções a

formação de aminoácidos, auxiliando na construção e regeneração dos músculos.

– Própolis: Biorregulador magnífico, o alimento reconstrói as capacidades de defesa, desempenho e adaptação do organismo. Fonte de propriedades antioxidantes, ele atua, enquanto reduz o efeito dos radicais livres, no controle da imunidade.

– Carnes: As carnes contêm um arsenal de aminoácidos essenciais e em quantidades similares às encontradas no músculo humano. Quando consumidos em grandes quantidades, estes aminoácidos revertem a ruptura e aceleram o desenvolvimento e fortalecimentos dos músculos.

– Outros alimentos: Quinoa, amaranto, grão-de-bico, lentilha, castanhas e sementes de abóbora.

Fonte: www.conquistesuavida.com.br

Veja Mais