Notícias & Novidades

Dores nas costas durante a infância

Publicado em 25 de fevereiro de 2016

nina-espalda-medico-850x638Segundo estudos, antes dos 15 anos, cerca de 60% dos meninos e 70% das meninas já sofreram dores nas costas. Para evitar que essas dores incomodem as crianças, o ideal é prevenir o quanto antes, desde cedo, educando-as para que tenham hábitos adequados importantes para a saúde.

UM PROBLEMA QUE COMEÇA NA INFÂNCIA…

As dores nas costas podem ser provocadas por uma má posição na cadeira do colégio ou mesmo em casa, na hora de comer e estudar, por exemplo. Também podem ser decorrentes da quantidade excessiva de livros na mochila, em virtude da falta de exercícios físicos que fortaleçam as costas e o corpo como um todo e também por conta de hábitos sedentários, como passar muitas horas em frente à televisão ou ficar muito tempo deitado. Nota-se que todas estas características fazem parte de um comportamento que já é típico durante a infância e adolescência, justificando a quantidade crescente de crianças com queixas de dores nas costas.

Lesões provenientes de alguma queda ou pancada também podem incomodar as costas, assim como a obesidade infantil, problema cuja porcentagem de crianças vem aumentando nos últimos tempos, sobretudo, pela alimentação incorreta e sedentarismo.

ENTÃO, QUE TAL PREVENIR?

A prática de exercícios físicos na infância é a medida mais importante para prevenir dores nas costas no futuro que, em muitos casos, podem se tornar crônicas e comprometer a qualidade de vida do indivíduo.

A dica é praticar esportes em família e, assim, formar adolescentes e adultos já acostumados com os exercícios e sua prática regular. Essas atividades físicas ajudam a desenvolver a musculatura potente e resistente e contribuem para a formação adequada da coluna vertebral. Mas lembre-se, os exercícios devem ser supervisionados por profissionais de fisioterapia ou de educação física.

Alimentar-se de maneira correta, selecionando bem os alimentos e optando pelo equilíbrio é também essencial. E não podemos esquecer da postura. Ela é a chave de segurança para uma coluna saudável. A Reeducação Postural Global não é indicada somente para adultos ou por quem já apresenta algum problema diagnosticado, é fundamental que já na infância a pessoa receba orientações úteis de como manter hábitos posturais corretos em quaisquer situações. Nesse contexto, as sessões de RPG são indispensáveis tanto para crianças já acometidas por algum desvio postural ou patologia na coluna vertebral quanto para a atuação do método com foco na prevenção desses problemas e outros tratáveis pela fisioterapia.

Via RPG Souchard

Veja Mais