Notícias, Notícias & Novidades

Educação postural e os métodos de auxílio para maior bem-estar

Publicado em 09 de abril de 2018

Manter uma boa postura não é nada fácil, ainda mais para quem passa horas na frente de um computador ou até mesmo mexendo no celular, o que é mais comum. O hábito de ficar curvado ou com a parte superior do corpo projetada para frente, além de causar desconfortos e dores, pode acarretar problemas mais graves.

Algumas complicações associadas à má postura são as dores lombares, ciáticas, dorsais e cervicais; lesões por esforço repetitivo; desvios de coluna como escoliose, hiperlordose e hipercifose; dores no quadril (pubalgias); torcicolos; fadiga e hérnias de disco. Para ter uma boa postura corporal é necessária a manutenção de três curvaturas normais da coluna: a coluna cervical (região do pescoço), a coluna dorsal (no meio das costas, região torácica) e a coluna lombar (área mais baixa, próxima ao quadril).

Para prevenir, aliviar ou tratar esses problemas, existem alguns métodos. Um deles é a Reeducação Postural Global, mais conhecido apenas como RPG, procedimento inovador da fisioterapia criado e desenvolvido pelo francês Philippe Emmanuel Souchard há mais de 30 anos. Outro meio é o Pilates, um conjunto de exercícios criados pelo alemão Joseph Pilates, em meados de 1920.

 

Benefícios da RPG

A RPG consiste em ajustamentos na postura para reorganização dos segmentos do corpo humano, permitindo a reorganização e o reequilíbrio dos músculos que firmam a postura. Um dos diferenciais do método de Souchard está relacionado ao fato de tratar o indivíduo e não a doença.

A RPG representa uma série de exercícios práticos para evitar e aliviar os diversos tipos de dores com movimentos que ajudam a alongar a musculatura e contribuem para dar mais forma ao corpo, aliviando a dor sem remédios, ajudando no bem-estar físico e mental, melhorando a autoestima e podendo proporcionar resultados duradouros e até definitivos.

Quando o paciente é submetido aos cuidados de um profissional qualificado, ele pode corrigir a postura, resolver problemas crônicos de coluna, tonificar os músculos e melhorar a asma e bronquite, propiciando uma vida mais ativa e com qualidade.

 

Benefícios do Pilates

Muita gente busca o Pilates para minimizar a dor em alguma região do corpo, principalmente coluna e lombar. E não importa se é no chão, na água, na bola ou no ar, já que este prioriza a resistência e não a tonificação, usando técnicas de muita repetição ao invés de cargas elevadas. Apesar do uso de alguns aparelhos, o corpo é o instrumento principal. Entre as suas vertentes estão a hidropilates, que tem maior eficácia na prevenção de lesões por ter menos impacto, e o aeropilates, que une ioga, pilates e ginástica artística.

Todos os exercícios têm por objetivo fortalecer a musculatura estabilizadora profunda do abdômen, promover mobilidade para as articulações, reeducação do movimento, consciência corporal, melhora da postura e músculos mais saudáveis. Dentre seus benefícios está também a melhora na respiração e a diminuição do stress.

 

5 hábitos para melhorar a postura no dia a dia

O acompanhamento de um profissional para fazer qualquer atividade é essencial, mas alguns exercícios e mudanças de hábitos simples podem ajudar a melhorar e combater os incômodos causados pela postura incorreta.

  • Ao sentar-se, mantenha as costas eretas e apoiadas totalmente nas costas da cadeira;
  • Evite cruzar as pernas quando estiver trabalhando no computador. Elas devem ficar com os pés bem apoiados no chão ou em um apoio adequado;
  • Se o seu trabalho obriga você a ficar muito tempo sentado, procure mudar de posição ao longo do dia. Levante-se a cada meia hora para caminhar um pouco e esticar as pernas, as costas e os braços. Se possível, faça rápidos exercícios de alongamento no pescoço entre uma pausa e outra;
  • Ao caminhar, mantenha o corpo ereto e relaxado;
  • Para dormir, a posição mais adequada é de barriga para cima, pois o corpo fica alinhado sobre a cama. Mas se você prefere dormir de lado, coloque uma almofada entre as pernas para não prejudicar a postura. (Beatriz Pires)

Fonte: Jornal Periscópio

 

Veja Mais