Notícias & Novidades

Pernas e pés inchados? Veja como evitar a retenção de líquidos

Publicado em 22 de agosto de 2018

Chegar ao fim do dia com as pernas e os pés inchados pode ser sinal de retenção de líquidos. De acordo com a nutricionista especializada nesse assunto, o problema acontece por causa de um desequilíbrio do metabolismo, que é causado pela falta de micronutrientes – vitaminas e sais minerais. Esse desequilíbrio acarreta num acúmulo de líquido fora da célula. Normalmente, esse líquido deveria percorrer o organismo, carregado pelos micronutrientes até a bexiga, para ser eliminado pela urina. Sem micronutrientes, ele fica parado, se acumula e causa o inchaço principalmente nos membros inferiores.

O desequilíbrio de micronutrientes é causado pelo baixo consumo. Por isso é importante incluir frutas e verduras nas refeições, são elas que garantem as quantidades necessárias de vitaminas e sais minerais para o organismo. Esse consumo deve ser diário, o organismo não acumula micronutrientes para o dia seguinte, o que é consumido é absorvido em seguida. Não comer frutas e verduras hoje, significa estar com carência de micronutrientes hoje.

Outros problemas também podem causar desequilíbrio no metabolismo e levar à retenção de líquidos e ao inchaço nas pernas e nos pés. Entre eles está a hipertensão arterial, o acumulo de sódio – que acontece quando a pessoa exagera na quantidade diária de sal, reações alérgicas, consumo de alguns medicamentos, problemas na tireoide, nos rins, no fígado ou no coração . A melhor forma de perceber se uma pessoa está retendo líquido é observar as pernas e os pés ao fim do dia. A nutricionista explica que quando isso acontece a sensação já é diferente porque as pernas tendem a ficar mais pesadas. Apertar o polegar contra a perna e perceber que a marca ficou por alguns segundos pode ser um sinal de retenção. Outra dica é observar a canela na altura do elástico da meia, se ele deixa a canela marcada, também pode ser um sinal. Mas é preciso ter cuidado, o melhor é procurar um médico para fazer uma avaliação porque esse inchaço também pode indicar problemas de circulação sanguínea ou no sistema linfático.

Caso seja confirmada a retenção, a primeira coisa a fazer é tomar mais água, principalmente nos dias frios, quando é comum sentir menos sede e, por isso, diminuir a ingestão de líquidos. A nutricionista ainda explica que muitas pessoas pensam que como estão retendo líquido, devem beber menos água, mas “esse é um grande erro”. Ela explica que colocar mais líquido no organismo significa forçar o que está acumulado a se movimentar e completar o ciclo de entrada e saída de água – com essa ajudinha, o organismo pode conseguir tirar o líquido extra e estimular o rim.

Outra dica para eliminar a retenção de líquidos é diminuir o consumo de alimentos industrializados. Eles podem ter excesso de sódio ou outros componentes o que, além de não fazer bem à saúde, pode provocar o inchaço. Além disso, ingerir um alimento industrializado significa ingerir menos alimentos naturais, pouco processados, ricos em sais minerais e vitaminas.

Exercícios físicos e massagens como a drenagem linfática também ajudam a diminuir o problema. Para quem já tem uma retenção instalada no organismo, isso pode aliviar. No caso das atividades físicas, as mais indicadas são as que fazem o corpo de mexer mais, como a dança e a hidroginástica.

 

Fonte: R7

Veja Mais